MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
ECONOMIZANDO COM VOCÊ

ASSINA JÁ "NEW NET"

ASSINA JÁ "NEW NET"
SUA INTERNET NA VELOCIDADE DA LUZ

quinta-feira, 21 de março de 2019

Com filhos sem aulas até agora mães da zona rural planejam protesto em frente à Prefeitura de Codó

Já estamos na segunda quinzena do mês de março e as aulas da  Escola Municipal DEMERVAL SALES, que fica no povoado Lagoa do Sales,  zona rural de Codó, nunca começaram.

Lagoa dos Sales
 “é um absurdo sim…O QUE VOCÊ QUER COMO MÃE? Ah! Eu quero que comece as aulas o maus rápido possível”, criticou a lavradora Luana Guedes Almeida que tem uma filha à espera.

Os moradores da região (Trizidela) nunca imaginaram que após uma grande reforma e ampliação fosse acontecer um problema desta natureza.

A reforma da escola custou mais de R$ 452 mil e pelo o que nós ouvimos dos moradores da localidade ela terminou a mais ou menos 5 meses, o que ninguém entende por lá é por que estes cincos meses ainda não foram suficientes para que a Secretaria de Educação trouxesse levasse, por exemplo, as carteiras.

Seu Antonio Carlos Costa, lavrador,  questionou o que  chamou de descaso.

 “Num sei né porque um problema desse, né, já deu muito tempo de trazer essas carteiras, ninguém sabe porque que veio e não veio, até agora nunca chegou…O QUE SE SABE É QUE AS CRIANÇAS ESTÃO…As crianças tão sem estudar, tão se prejudicando”, disse.

LAVRADORA ESPERA AULAS PARA 4 FILHAS


Maria dos Milagres Sousa Vieira está com quatro filhas em casa aguardando o início das aulas, sem nenhuma previsão.

“Nem previsão, disseram que ia começar no dia 11 não começou, disseram que ia começar no dia 18 e nada e agora eu ouvi falar que nem previsão não tem pra começar …TA PREOCUPADA? Eu to preocupada por causa das minhas filhas, quem tá prejudicadas é minhas filhas”.

PROTESTO EM FRENTE À PREFEITURA

Mães de vários alunos de Lagoa dos Sales e povoados vizinhos estão definindo um dia para irem à cidade protestar em frente à prefeitura de Codó contra a falta de aulas, como  revelou a lavradora Maria das Dores Pachêco com 3 filhos prejudicados.

 “É isso que a gente tá, nós já falemos com as mães lá pra ir, porque desse jeito não tem condição nosso filhos ficar sem estudar…POR QUE IR À CIDADE? O que nós querer é pra eles trazer as coisas pra cá pra escola pra poder começar as aulas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.