TIMBIRAS CONTA COM OS SERVIÇOS DA RAD IMAGEM E DA ALIANÇA FIBRA

sexta-feira, 17 de setembro de 2021

CODÓ - A Secretaria Municipal de Saúde emite nota de esclarecimento a respeito do óbito de J.S.N.F.

NOTA DE ESCLARECIMENTO 

A Secretaria Municipal de Saúde vem a público esclarecer os fatos a respeito do óbito de J.S.N.F., 42 anos de idade, ocorrido na última terçafeira, dia 14.09 do corrente ano que fora noticiado em um blog local e repetido em redes sociais, ambos desprovidos da verdade e de forma imprudente, sensacionalista, oportunista e irresponsável. Diferentemente do que fora publicado, o paciente não veio a óbito “amarrado em leito do HGM”, como noticiado e publicado com imagens.

O paciente fora admitido na Unidade Hospitalar Dr. Marcolino Junior (Hospital Geral Municipal – HGM) no dia 05.09 do corrente ano no Pronto Socorro da Unidade, após acidente com trauma, sendo imediatamente acolhido e submetido a cuidados imediatos e exames de imagens, como uma Tomografia Computadorizada do crânio e, com solicitação com urgência de avaliação com Neurocirurgião e Cirurgião Buco-Maxilo-Facial em unidade de referência estadual no município de Presidente Dutra sob o Sistema de Central de Regulação e, com a conclusão para não intervenção cirúrgica, permanecendo com tratamento conservador, ficando sob os cuidados clínicos até o dia 08.09, quando a equipe decidiu pela sua internação.

O paciente permanecera sob os cuidados intensos de uma equipe de profissionais qualificados para a assistência requerida, aguardando e observando a evolução do quadro do mesmo. Em 12.09, o paciente encontrando-se internado na mesma Unidade Hospitalar, evoluiu para um quadro de agitação.

Diante do novo quadro apresentado pelo paciente, a equipe de profissionais decidiu pelo processo de contenção física, sendo o mesmo admitido em protocolos e manejo clínico de um paciente com quadro de agitação psicomotora. Tal processo permite uma melhor assistência ao paciente, que imobilizado e, sem qualquer prejuízo a sua saude, facilita a realização periódica e constante de avaliações e procedimentos clínicos como por exemplo, sedação, realização de exames e cuidados básicos. 

Estabilizado o paciente e já sem contenção, a equipe de profissionais de saúde que o assistia decidiu por seu encaminhamento para a Unidade de Tratamento Intensivo – UTI da Unidade Hospitalar para uma assistência melhor e de maior qualidade. No mesmo dia 12, fora solicitada à Central de Regulação do Estado do Maranhão um novo exame de imagem (Tomografia Computadorizada) e uma nova avaliação Neurocirúrgica, desta outra vez, sendo liberado pela referida Central de Regulação para a Unidade da Rede Estadual no município de Santa Inês, cuja conclusão foi que o quadro permanecia não sendo por intervenção cirúrgica e que apenas se fazia necessária a repetição de uma nova Tomografia de Crânio após um período de cinco dias a contar da referida avaliação.

O paciente, durante todo intervalo, fora assistido pela equipe de profissionais com medicamentos enquanto aguardava uma nova avaliação de imagem para uma possível ou não transferência para Unidade Hospitalar mais avançada. Infelizmente, no dia 14.09 o paciente agravou e evoluiu á óbito, apesar de todos os esforços da equipe de profissionais que o assistia, inclusive com manobras intensas e continuas para ressuscitar o paciente. O governo municipal e todo o corpo de profissionais de saúde, em especial da Unidade Hospitalar Dr Marcolino Junior (HGM) se solidariza com a família enlutada e endossa à população o seu compromisso por uma saúde melhor e de maior qualidade, resgatando a credibilidade da Instituição HGM, transformando em uma das referências de qualidade na assistência hospitalar do estado do Maranhão. Tendo como base a Lei 13.188 que garante o Direito de Resposta.

A DIREÇÃO Hospital Geral Municipal – Codó(MA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.