MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
PUBLICIDADE

OIFEODONTO 1 ANO

OIFEODONTO 1 ANO
CHOPERIA RAMON TUDO DE BOM

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Veja acidentes aéreos que abalaram times de futebol e o mundo do esporte

Do G1, em São Paulo

O acidente com o avião que levava a delegação da Chapecoense para Medelín, na Colômbia, entra para a história do esporte internacional como uma das piores tragédias envolvendo times de futebol e atletas de outras modalidades.

Segundo autoridades colombianas, mais de 70 pessoas morreram na queda da aeronave, que decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo - 72 eram passageiros e 9 tripulantes.

O time de futebol seguia para a Colômbia, onde disputaria a final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional. Era a primeira decisão de torneio internacional da história do clube de Santa Catarina.

1949 - Torino AC

Em 4 de maio de 1949, o time de futebol do Torino voltava de um amistoso em Lisboa, quando o avião caiu durante uma tempestade. Na tentativa de pousar em meio a condições ruins, a aeronave bateu contra a basílica de Superga, em Turim.

Todas as 31 pessoas a bordo do avião morreram, incluindo 18 jogadores, delegação técnica, jornalistas e tripulação. O Torino era o atual tetracampeão italiano e liderava o campeonato pelo 5º ano consecutivo.

Nesta terça-feira (29), o time italiano divulgou nota informando que está em luto pela tragédia que atingiu a Chapecoense. "É um destino que agora nos une intimamente, estamos com vocês fraternalmente", afirmou o Torino, em nota divulgada em seu site.

1949 - Marcel Cerdan (boxeador)

Em 28 de outubro, o avião com o pugilista francês Marcel Cerdan, que estava de partida para os Estados Unidos para reconquistar seu título mundial, caiu durante a noite perto do arquipélago de Açores. Outros 37 passageiros e 11 tripulantes também morreram.

Acidente matou 8 jogadores do Manchester United, em 1958 (Foto: INTERCONTINENTALE/AFP)Acidente matou 8 jogadores do Manchester United, em 1958 (Foto: INTERCONTINENTALE/AFP)
1958 - Manchester United

O avião com jogadores do time inglês e membros da equipe técnica não conseguiu decolar decolar de Munique, na Alemanhha, onde havia parado para reabastecer. A aeronave com mais de 40 pessoas a bordo bateu em uma casa no final da pista.

Oito atletas morreram no desastre. A equipe inglesa vinha de Belgrado, onde havia vencido o time local Estrelha Vermelha. O incidente é lembrado até hoje por torcedores ingleses.

O Manchester United também publicou em seu site oficial uma nota em homenagem à Chapecoense, enquanto sua principal estrela Wayne Rooney publicou no Twitter: "acordei com tristes notícias hoje. Meus pensamentos estão com com Chapecoense, suas famílias e amigos".

1960 - Seleção da Dinamarca

Em 16 de julho de 1960, 8 membros da equipe internacional de futebol dinamarquesa morreram em um acidente na decolagem de seu avião em Kastrup (Dinamarca).

1961 - Time de patinação dos EUA

Toda a equipe de patinação artística dos Estados Unidos morreu na queda do avião a caminho de Praga, onde disputaria o campeonato mundial da modalidade. O Boeing 707 caiu perto de Bruxelas, na Bélgica, matando 72 pessoas no total.

Entre as vítimas, estavam 18 atletas e 16 familiares, além de membros da equipe técnica e outros passageiros. Maribel Vinson-Owen, 9 vezes campeã dos Estados Unidos, e suas duas filhas, que seguiam os passos da mãe, morreram no acidente.

Equipe de patinação artística fez foto antes de embarcar em avião que caiu na Bélgica (Foto: STF/AFP)Equipe de patinação artística fez foto antes de embarcar em avião que caiu na Bélgica (Foto: STF/AFP)
1970 - Marshall University (futebol americano)

O time de futebol americano da Universidade Marshall voltava de uma partida na Carolina do Norte, quando a aeronave caiu ao tentar pousar em meio a um nevoeiro. O avião estava muito baixo e bateu em algumas árvores, antes colidir de nariz no solo.

O impacto causou uma explosão. Todos os 37 atletas e 8 membros a delegação morreram, além de 25 torcedores e tripulantes. O acidente já foi tema de filme ("Somos Marshall", de 2006) e livros.

1972 - Old Christians Club (rúgbi)

Um dos mais famosos acidentes aéreos com esportistas da história ocorreu com equipe uruguaia de rúgbi do Old Christians Club, a caminho de uma competição em Santiago, no Chile. O avião da Força Aérea do Uruguai caiu na Cordilheira dos Andes em 13 de outubro, com 45 pessoas.

Mais de 20 resistiram ao impacto e lutaram contra a falta de comida, o frio e uma avalanche. Mais de 2 meses depois, o resgate conseguiu chegar ao local e salvou 16 sobreviventes. A história foi contada no filme "Vivos", de 1993, que inclui relatos de canibalismo.

Sobreviventes da tragédia nos Andes se encontram 30 anos depois (Foto: AFP PHOTO/Pablo PORCIUNCULA)Sobreviventes da tragédia nos Andes se encontram 30 anos depois (Foto: AFP PHOTO/Pablo PORCIUNCULA)
1976 - Esgrimistas cubanos

Em 6 de outubro de 1976, os 24 membros da equipe de esgrima cubana morreram na explosão, na costa de Barbados, de um DC-8 da Cubana de Aviacion devido a duas bombas colocadas por um grupo anticastrista. Setenta pessoas morreram no total.

1980 - Pugilistas dos EUA

Em 14 de março de 1980, 22 membros da equipe de boxe amador americana e seus acompanhantes morreram na queda de um avião perto do aeroporto de Varsóvia, na Polônia, onde eles teriam uma competição preliminar para a Olimpíada. No total, a tragédia deixou 87 mortos.

1987 - Alianza Lima (Peru)

Em dezembro de 1987, o time de futebol mais antigo e prestigiado do Peru voltava para a capital, quando a aeronave caiu no mar, durante a aproximação ao aeroporto. No total, 43 pessoas morreram a bordo do Fokker, sendo 29 jogadores.

Por meio de sua conta no Twitter, o clube peruano acompanhou as notícias sobre o acidente com a Chapecoense. "Nestes momentos estamos abraçados pelo futebol. Muita força a nossos irmãos da Chapecoense."

1993 - Seleção da Zâmbia

Depois de uma boa participação na Olimpíada de Seul em 1988, a seleção de futebol da Zâmbia buscava sua primeira classificação para a Copa do Mundo. A equipe voava ao Senegal para uma partida pelas eliminatórias, quando um dos motores do avião pegou fogo. A tragédia deixou 30 mortos, sendo 18 atletas da seleção.

2011 - Yaroslavl Locomotiv (hóquei no gelo)

Em 7 de setembro de 2011, um avião Yak-42 caiu na decolagem em Yaroslavl (300 km ao nordeste de Moscou), matando 44 pessoas, incluindo membros da equipe de hóquei local do Locomotiv, três vezes campeã da Rússia e com vários astros internacionais do esporte.

Fãs deixam flores em homenagem aos atletas mortos do Yaroslavl Locomotiv (Foto: Iliya Pitalev/RIA Novosti/Sputnik) 
Fãs deixam flores em homenagem aos atletas mortos do Yaroslavl Locomotiv (Foto: Iliya Pitalev/RIA Novosti/Sputnik)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages