MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
ECONOMIZANDO COM VOCÊ

OIFEODONTO 1 ANO

OIFEODONTO 1 ANO
LOJAS TROPICAL - MANIA DE PREÇOS BAIXOS

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Veja as chances de título, G-6 e queda após a 33ª rodada.

Restam duas vagas. Apesar de o Palmeiras ser o único clube 100% garantido na Libertadores em 2017 – além de seguir firme e forte rumo ao título do Brasileirão –, Flamengo, Santos e Atlético-MG seguem com 99% e esperam apenas o tempo passar para assegurar definitivamente a vaga no campeonato continental. 

Assim, a briga pelos últimos dois postos fica entre Botafogo, Atlético-PR, Corinthians, Grêmio e Fluminense – o São Paulo tem 1%, ou seja, precisaria de uma arrancada milagrosa. A fonte é o site Infobola, do matemático Tristão Garcia.

Corinthians tropeça, e Atlético-PR volta ao G-6
 
E teve substituição no G-6. Saiu o Corinthians, entrou o Atlético-PR. Em casa, o Timão ficou no empate em 1 a 1 com a Chapecoense, foi a 50 pontos e caiu para a sétima posição. Caíram também as suas chances de ir à Libertadores: de 39% para 31%. Um ponto à frente, o Furacão, que tomou o sexto lugar com a vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, ampliou de 30% para 48% a possibilidade de disputar a competição sul-americana.

Quinto colocado, com 54 pontos, o Botafogo teve uma queda de 88% para 84%, mas ficou em situação confortável para a próxima rodada do Brasileirão. Com o tropeço do Corinthians e o empate em 0 a 0 com o Coritiba, abriu quatro pontos de vantagem para o sétimo colocado – a própria equipe paulista – e continuará no G-6 mesmo em casa de derrota para o Flamengo, no clássico do próximo sábado, no Maracanã.

Dois times perderam a chance de grudar na zona de classificação à Libertadores: Grêmio e Fluminense. O Tricolor gaúcho, no entanto, adotou o risco calculado para enfrentar o Figueirense em Florianópolis. Com a vaga bem encaminhada para a final da Copa do Brasil – venceu o Cruzeiro por 2 a 0, no Mineirão –, a equipe comandada por Renato Gaúcho segurou com os reservas o empate sem gols. E ainda assim, com 49 pontos e em oitavo lugar, viu as chances pularam de 25% para 28%.

De volta ao Maracanã, o time carioca tropeçou no Vitória e ficou estacionado na nona colocação, agora com 48 pontos. O empate em 2 a 2 com o Rubro-Negro baiano fez com que o Tricolor das Laranjeiras tivesse reduzidas de 16% para 11% suas chances de voltar a disputar o principal torneio sul-americano.
 
Inter volta a ficar à beira do abismo, mas Z-4 não muda
 
Se os clubes com 99% de chances de ir à Libertadores em 2017 esperam apenas o visto no passaporte, aqueles com 99% na zona de rebaixamento já podem planejar a disputa da Série B ano que vem. O América-MG venceu mais uma em casa, desta vez o São Paulo, por 1 a 0, e resiste como pode. É o vice-lanterna, com 27 pontos, três a mais que o Santa Cruz, que arrancou um ponto no 1 a 1 com o Inter, no Beira-Rio. Mineiros e pernambucanos se enfrentam no próximo domingo, no Arruda, no duelo que pode efetivamente decretar a queda até mesmo dos dois.

Com o empate diante do Santa Cruz, o Inter caiu uma posição e voltou a ser o primeiro time acima do Z-4, com 38 pontos, dois a mais que o Vitória. As chances de queda do Colorado passaram de 19% para 29%, e o Rubro-Negro baiano, que conquistou um ponto fora de casa, diante do Fluminense, teve um crescimento mínimo: de 50% para 51% de risco de ser rebaixado. O Figueirense, 18º colocado, com 33 pontos, começou a rodada com 88% de possibilidade de voltar à Segundona. Terminou com 93%.
Coritiba, com 14% (tinha 17% antes do empate sem gols com o Botafogo, no Rio); Sport, com 10% (22% antes da vitória sobre a Ponte Preta, no Recife) ainda não estão tranquilos. Cruzeiro (3%), São Paulo (1%) e Chapecoense (1%) mantiveram as chances remotas de serem rebaixados, afinal, dependem de uma improvável combinação de resultados nas últimas cinco rodadas para não continuarem na elite do futebol nacional.

Por Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Pages