MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
PUBLICIDADE

CHOPERIA RAMON

CHOPERIA RAMON
CHOPPERIA RAMON TUDO DE BOM

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Em Codó, Governo inicia ciclo de capacitações sobre medidas socioeducativas e programa Criança Feliz

Orientações sobre MSE são repassadas aos técnicos dos Creas. (Foto: Divulgação)
O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), iniciou nesta terça-feira (19), em Codó, mais uma etapa das capacitações destinadas ao aprimoramento de técnicos dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e conselheiros municipais dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA), dos municípios maranhenses que possuem unidades do Creas. Realizado em parceria com a Escola de Governo do Maranhão (Egma), o treinamento se estenderá até a próxima quinta-feira (21).

Com o tema ‘Medidas Socioeducativas em Meio Aberto’, as capacitações integram o Plano Estadual de Educação do Sistema Único de Assistência Social (Suas), que prevê a formação de setenta e sete turmas, beneficiando cerca de 5.636 profissionais da área de todo o estado.

De acordo com o secretário da Sedes, Neto Evangelista, “é primordial a formação de bons técnicos na área da Assistência Social, para que prestem um atendimento cada vez mais qualificado, de modo que os serviços executados atinjam o nível de excelência que buscamos, a fim de garantir os direitos do público contemplado pelo serviço”, afirmou.

Dentre os temas que estão sendo abordados dentro da sala de aula estão as orientações técnicas sobre o serviço de medidas socioeducativas em meio aberto, marcos conceituais e legais da medida socioeducativa, a interface do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) com o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), o serviço de MSE em meio aberto na Política de Assistência Social e metodologia do trabalho.

Segundo a secretária Adjunta de Assistência Social (SAAS)da Sedes, Célia Salazar, “a expectativa do treinamento é que todas as orientações repassadas cumpram com sua finalidade, que é dar suporte técnico à execução dos Serviço de MSE em Meio Aberto em todo o Maranhão”. Célia disse, ainda, que o treinamento também será realizado na cidade de Imperatriz, de 3 a 5 de outubro, com a participação de técnicos e gestores de mais de 20 municípios do estado.

Para Cleiton Ferreira Lima, secretário de Assistência Social do município de São Mateus, é fundamental que formações descentralizadas aconteçam, pois dá a oportunidade a todos os profissionais, das mais diversas regiões, participarem e se qualificarem para a boa execução do seu trabalho.

“Participo com grande entusiasmo de momentos com este aqui, pois reconheço a importância que têm as orientações repassadas, para que possamos atuar com responsabilidade e garantir um atendimento eficaz àqueles que buscam nosso apoio”, disse Cleiton.

Criança Feliz – Ainda em Codó, sob a coordenação da SAAS e em parceria com a Egma, o Estado promove, nesta terça (19) e quarta-feira (20), o “Encontro Regionalizado do Suas: Construindo estratégias intersetoriais de apoio às famílias com crianças com microcefalia”, que tem como objetivo principal, formar supervisores que vão atuar na implementação do ‘Criança Feliz’, no estado, e na aplicação do treinamento dos visitadores domiciliares nos municipais contemplados pela ação.

Orientações sobre MSE são repassadas aos técnicos dos Creas. (Foto: Divulgação)
Na programação do treinamento, constam temas como a acolhida das famílias e a forma de abordagem nas primeiras visitações, além de assuntos referentes ao impacto do desenvolvimento na primeira infância sobre a aprendizagem; o papel do supervisor e do visitar domiciliar no processo de orientação às famílias beneficiárias da ação; o papel do Sistema Único de Assistência Social (Suas) no programa Criança Feliz; como realizar o trabalho nos territórios abrangidos, como fazer o planejamento e a realização da vista domiciliar de crianças de zero a três anos de idade; entre outros.

No Maranhão, 164 municípios assinaram o termo de aceite para executar em seus territórios as ações do Programa Criança Feliz, que será coordenado pela Sedes.

Lançado em outubro do ano passado, o Programa Criança Feliz vai priorizar crianças de até três anos de idade beneficiárias do Programa Bolsa Família; crianças de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e as afastadas do convívio familiar por alguma medida protetiva. O projeto inclui ainda gestantes entre o público beneficiário da ação, por entender que os cuidados com a criança devem iniciar antes mesmo do nascimento.

A ação tem como objetivo fortalecer as políticas públicas para a primeira infância e promover o desenvolvimento infantil. Serão priorizadas gestantes e crianças de até três anos de idade beneficiárias do Programa Bolsa Família, crianças de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada e as afastadas do convívio familiar por medida protetiva.

Imperatriz – O município da região Tocantina será o próximo a receber capacitações da área. Nos dias 26, 27 e 28 de setembro receberá a capacitação microcefalia para técnicos em apoio às famílias com crianças com microcefalia. Já no começo de outubro será a vez de cursos sobre Medidas Socioeducativas em Meio Aberto e orientações sobre o programa criança feliz com vagas para  80 municípios.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages