MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
ECONOMIZANDO COM VOCÊ

OIFEODONTO 1 ANO

OIFEODONTO 1 ANO
LOJAS TROPICAL - MANIA DE PREÇOS BAIXOS

terça-feira, 5 de setembro de 2017

NA TRIBUNA DA ASSEMBLEIA, CÉSAR PIRES COBRA DA CAEMA DE TIMBIRAS REGULARIZAÇÃO DO ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Deputado Cesar Pires
O deputado César Pires (PEN) usou a tribuna da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (05) e fez um apelo ao presidente da Caema, Carlos Rogério Araújo, para que garanta o abastecimento de água às famílias de Timbiras. Ele destacou que, apesar das constantes reclamações da população, a companhia tem sido incapaz de dar respostas aos timbirenses.

“É impressionante a inoperância e a incapacidade da CAEMA em dar resposta à população de Timbiras, que hoje sequer tem água potável. Não é de hoje que a comunidade daquele município reclama, eu já fui pessoalmente levar as reivindicações dos timbirenses mas a Caema permanece de braços cruzados”, enfatizou César Pires.

O deputado criticou o governo do Estado por investir milhões em publicidade, esquecendo de fornecer o básico à população, como a água. “Vejo o governo desleixado, sem compromisso, fazendo de forma equivocada uma divulgação sem que haja resultado prático para a sociedade. E esta Casa continua a se curvar diante de situações como esta”, lamentou.

César Pires cobrou do presidente da Caema que saia do seu escritório e vá até as comunidades que reclamam para que possa realizar um trabalho sério, já que o órgão está muito distante da realidade dos munícipes. “Fica o meu apelo ao senhor Carlos Rogério para que consiga compreender a necessidade humana e atender à justa reivindicação da comunidade timbirense”, declarou.

O deputado aproveitou a oportunidade para dizer ao secretário de Infraestrutura, Clayton Noleto, que a MA 026, que liga Codó a Timbiras e Timbiras a Coroatá, começa a ficar intrafegável, apesar de toda a mídia paga pelo governo estadual para divulgar seu programa de asfalto. “Vamos diminuir o espaço midiático e fazer a operação necessária naquela rodovia, onde o asfaltamento foi feito de forma tão precária que não aguentou o inverno”, finalizou ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Pages