MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
ECONOMIZANDO COM VOCÊ

OIFEODONTO 1 ANO

OIFEODONTO 1 ANO
LOJAS TROPICAL - MANIA DE PREÇOS BAIXOS

sábado, 3 de dezembro de 2016

Agricultores familiares de municípios do ‘Mais IDH’ comercializam na Agritec Chapadinha

Agricultores de Santana e Água Doce comercializam na Agritec Chapadinha
Alface, couve-flor, cheiro verde e macaxeira, estes são alguns produtos que a agricultora familiar Marilene Santos Sousa, do povoado Morros, em Santana do Maranhão, um dos municípios do Plano ‘Mais IDH’, está comercializando na nona edição da Feira da Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec) iniciada nesta quinta-feira, 1º, em Chapadinha.

Além de Marilene, outros agricultores estão tendo a oportunidade de expor e comercializar sua produção. É o caso de Ilma Magalhães, de Belágua, que vê a Feira como um espaço para mostrar o seu trabalho. A agricultora trouxe para a Agritec plantas ornamentais, medicinais e hortaliças plantadas em vasos.

“É uma oportunidade muito boa para comercializar e mostrar que pode reaproveitar objetos que iriam para o lixo que são utilizadas para compor um arranjo”, disse Ilma.

Ao todo, treze municípios estão comercializando na Agritec: Brejo, Chapadinha, Itapecuru-Mirim, Santa Quitéria, São Benedito do Rio Preto, São Bernardo, Magalhães de Almeida, Tutoia, Urbano Santos e mais Água Doce, Belágua, Santana e Milagres.

Do perímetro irrigado Tabuleiros de São Bernardo, localizado no município de Magalhães de Almeida, o agricultor Assis Sales está comercializando produtos que são o forte do projeto, como mamão, duas variedades de macaxeira, banana e côco d’água.

O perímetro, que tem como objetivo gerar produção de fruticultura irrigada e tirar famílias da pobreza e combater a seca possui 78 famílias associadas e com o Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre o Governo do Estado e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), vai permitir ampliar a produção dos irrigantes.

Seu Assis Sales informou que acredita que com esse Acordo os produtores do Tabuleiros de São Bernardo terão uma maior produção e que a participação dos irrigantes na Agritec já é um fruto dessa parceria. “Estou achando muito boa essa Feira e as expectativas são as melhores para venda,” informou o agricultor.

A nona edição da Agritec promovida em Chapadinha, é a última Feira do ano e está trazendo como novidade para o espaço tecnológico, a demonstração técnica do funcionamento do sistema de dessalinização que será utilizado no Programa Água Doce. Ainda na vitrine, foi construída cisterna e barraginha do Programa Segunda Água. Como em todas as Agritecs, o espaço tecnológico atrai muitos visitantes em busca de informações de como utilizar tecnologias de baixo custo, mas de grande eficiência, na produção da agricultura familiar.

O secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, ressalta que o governo Flávio Dino é um governo para todos e com oportunidades iguais. “A Agritec é uma ferramenta que o Governo do Estado criou para desenvolver a agricultura por meio do conhecimento e produção.  É impossível desenvolver o Maranhão sem que tenhamos uma agricultura familiar forte, porque essa atividade tem a capacidade de gerar alimentos, oportunidade para que milhares de pessoas tenham acesso à renda e consigam desenvolver outros setores econômicos”, enfatizou o secretário da SAF, Adelmo Soares.

Sobre a realização de uma Agritec pela primeira vez no território Baixo Parnaíba, o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, enfatizou o trabalho do Governo do Estado na região. “O Sistema SAF vem trabalhando em diversas ações para o fortalecimento da agricultura familiar e desenvolvimento do território Baixo Parnaíba. Programas como Mais IDH, ÁGUA Doce, Segunda Água, cadeias produtivas de ovinocaprino, mandioca, aves e caju estão sendo desenvolvidas no território”, explicou o presidente.

A Agritec Chapadinha acontece até próximo sábado, 03, e conta com uma vasta programação com cursos, oficinas, palestras e comercialização de produtos.

Agritec

A Agritec é promovida pelo Governo do Estado, por meio do Sistema da Agricultura Familiar, composto pela Secretaria de Agricultura Familiar (SAF), a Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp) e o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), e integra um conjunto de ações para o desenvolvimento do setor rural em todo Maranhão, com o objetivo de fornecer espaços para troca de experiências e ampliar o conhecimento tecnológico em benefício dos  agricultores familiares.

Em oito edições, a Agritec oportunizou o acesso ao conhecimento de mais de 10 mil pessoas, entre agricultores familiares e técnicos, e movimentou mais de R$ 10 milhões em crédito rural para beneficiar a produção dos agricultores familiares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Pages