MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
PUBLICIDADE

OIFEODONTO 1 ANO

OIFEODONTO 1 ANO
CHOPERIA RAMON TUDO DE BOM

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Governo promove dia de campo sobre tecnologia simples e sustentável em Santa Helena

Coordenador de Pesquisa da Agerp, Ronald Lazo, durante orientações sobre técnica de adubação verde
O Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), promoveu nesta quinta-feira, 24, um ‘Dia De Campo’ sobre transferência de tecnologia simples e sustentável, com o tema “Sistemas Integrados de Produção de Base Ecológica”, realizado na comunidade São Francisco, localizada a 34 km da sede do município de Santa Helena.

A propriedade do agricultor familiar, Amarildo Braga, foi o local escolhido para a instalação da unidade de referência tecnológica (URT) e realização do evento, que contou com cerca de 100 participantes, entre técnicos, estudantes e agricultores familiares dos 17 municípios atendidos pelo escritório regional da Agerp Pinheiro, mobilizador do Dia de Campo.
 
Agricultores familiares participam de Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção de Base Ecológica
Foi feito o plantio consorciado das culturas temporárias do arroz, milho, mandioca e feijão-caupi, amparado na técnica de adubação verde, com o uso da Crotalaria juncea, leguminosa que fornece nitrogênio e protege o solo da radiação solar, alternativa viável para aumentar a produção e fortalecer este modelo de agricultura sustentável e com tecnologia simples, apropriada à agricultura familiar.

Para Amarildo, ser visto como modelo para outras famílias rurais já é um avanço. “Antes trabalhava de forma bem inadequada, na ‘roça de toco’, nem sabia o que era cultivo sustentável, causava danos ao solo e não tinha a produção esperada. Com as práticas aprendidas, consegui melhorias não só para mim, mas para toda a população vizinha que pode fazer igual”, disse o produtor, selecionado como multiplicador de tecnologia pela Agerp.

De acordo com o coordenador de Pesquisa Agropecuária da Agerp, Ronald Lazo, responsável pelo plantio e orientador do Dia de Campo, a Agerp vem dando continuidade a um trabalho diferenciado, levando inovação para o campo. “Instalamos um sistema de cinco culturas consorciadas, com a introdução de tecnologias que podem permitir incrementos no produção, como a adubação verde, por meio da cobertura e devolução dos nutrientes do solo, feitas  pela Crotalaria Juncea;  inoculação do feijão caupi, com a bactéria de rizóbio, promovendo a fixação biológica de nitrogênio (FBN), evitando o uso de fertilizantes nitrogenado e melhorando a qualidade do solo, que será utilizado por diversos ciclos.”, explicou o coordenador.

O Diretor de pesquisa da Agerp, Sayd Zaidan, enfatiza a importância da troca de saberes, com base na valorização da cultura do cotidiano no meio rural, já internalizada pelo agricultor familiar, aliada ao conhecimento científico, levado pelas entidades de assistência técnica e pesquisa.

“Vivemos um novo momento, somando ao conhecimento existente no campo, o conhecimento conseguido nas universidades, repassado aos agricultores familiares por meio do diálogo e técnicas simples, que tem a capacidade de aumentar o potencial produtivo esquecido por tantos anos no Maranhão. Vamos implantar um modelo de conhecimento que provoque a mudança efetiva na realidade destas famílias”, disse o diretor.

Alexandre Frazão, gestor da regional Pinheiro, que assiste os agricultores familiares do município de Santa Helena, diz que o modelo de cultura básica estudado no dia de campo, promove a elevação da produtividade e preserva o meio ambiente, quase sem custo ao produtor. O gestor disse ainda que no total foram implantadas cinco unidades de referência tecnológica (URT) na regional: Santa Helena (02), Serrano do Maranhão (01), Bacuri (01) e Pedro do Rosário (01), beneficiando mais de 15 famílias de agricultores familiares.
 
Fonte: Agerp
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages