MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
PUBLICIDADE

CHOPERIA RAMON/COIFEODONTO 1 ANO

CHOPERIA RAMON/COIFEODONTO 1 ANO
COIFEODONTO 1 ANO

quinta-feira, 12 de maio de 2016

CARTÃOZEIROS: PM prende grupo com 72 cartões de banco em Codó

Foi a Polícia Militar quem efetuou a prisão  dos suspeitos e a apreensão de todo o material. O comandante do 17º BPM, major Hudson Carneiro,  explicou que a investigação do Serviço de Inteligência foi bem sucedida porque, entre outros motivos, a ostentação dos envolvidos neste tipo de fraude acaba chamando a atenção.

Foto cedida pela polícia
Foto cedida pela polícia

“Através do serviço de Inteligência  tivemos informações que estes elementos que trabalham com estas fraudes em cartões de bancos eles costumam rodar nessas cidades no período  do dia 24 ao dia 10 de cada mês e aí as equipes foram pra rodovia, pra MA, lá fizemos abordagem, numa dessas abordagens encontramos um eco sport com 4 pessoas dentro em atitude SUSPEITA”, justificou

Em um Eco Sport novo estavam Manoel de Brito Pachêco, considerado pela polícia como o mentor do grupo, e Raimundo Belchior (tá escrito Belchor) de Sousa. Dois idosos também foram presos – Jorge Ferreira da Cunha e Antonia Pereira da Silva.

O SERVIÇO SUJO  DOS IDOSOS

A fotografia deles aparece em diversos documentos falsos com nomes diferentes. O delegado regional, Zilmar Santana, explicou que os idosos tinham uma função específica dentro da quadrilha.

“A participação desses idosos se constituem em eles se passar pelas pessoas fictícias do documento ou pessoas que são colocadas fotografias desses idosos e eles se apresentam  junto à instituições financeiras, órgãos públicos se fazendo passar por estas pessoas daqueles documentos falsificados “
Com o grupo, de acordo com anotações do major Hudson Carneiro,  a PM apreendeu 146 Carteiras de Trabalho de segunda via, mais 35 de primeira via. 20 Carteiras de Identidade,  48 CPFs, 72 cartões de diversos bancos e a quantia de R$ 3.170,00 em dinheiro.

Todos, incluindo uma mulher de nome Edinaldo do Rosário da Conceição,  que seria a companheira de Manoel Pachêco, foram indiciados por vários crimes contra a previdência e permanecem presos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages