MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
ECONOMIZANDO COM VOCÊ

OIFEODONTO 1 ANO

OIFEODONTO 1 ANO
LOJAS TROPICAL - MANIA DE PREÇOS BAIXOS

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Governo do Estado e Fundo Internacional iniciam missão no interior do Maranhão


A comitiva do Governo do Estado liderado pelo Sistema SAF (SAF, Agerp, Iterma) e equipe do Fundo Internacional do Desenvolvimento Agrícola - FIDA , órgão das Nações Unidas,  iniciaram na manhã desta quarta-feira (06), visitas no interior do Estado com o objetivo de conhecer assentamentos, comunidades quilombolas, cooperativas, comunidades que vivem do extrativismo, para dialogar e conhecer suas necessidades e então investir na implantação de projetos de desenvolvimento rural para melhorar a qualidade de vida do homem do campo.

As visitas que iniciou nesta quarta-feira vão até sexta – feira (08).  São três equipes composta por servidores da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar-SAF, Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural- Agerp e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão- Iterma, que juntos com representantes do FIDA visitaram no primeiro dia de ação, comunidades nos municípios de Itapecuru, Vargem Grande, Matões do Norte, São Luís Gonzaga, Vitória do Mearim e Viana.

No município de Itapecuru Mirim a comitiva visitou o assentamento do Movimento dos Trabalhadores sem Terra – MST, Conceição Rosa, quem tem 91 famílias e desenvolve atividades na produção de hortaliças, criação de pequenos animais, piscicultura. A comitiva dialogou com os assentados que expos suas necessidades.



“Estamos vivendo o novo momento na agricultura familiar. Estamos esperançosos que com o esforço do Governo do Estado e FIDA possamos crescer. Nós temos força e vontade de trabalhar, precisamos de suporte como assistência técnica e apoio no sistema de produção, estrutura e comercialização de produtos das famílias dos assentamentos”, explicou Alzira Carneiro, direção geral do MST no Maranhão.

Para o secretário da SAF, Adelmo Soares, o primeiro dia de visitas no interior do Estado, foi importante para conhecer o público que será beneficiado com as ações do Governo em parceria com o FIDA. “Além de conhecer trabalhos desenvolvidos pelos agricultores familiares, dialogamos e conhecemos as necessidades de cada um. Esta ação é um compromisso do governo do Estado de chegar a todos os maranhenses, por isso nosso objetivo é potencializar forças, estadual, nacional e internacional para gerar desenvolvimento no Maranhão”, declarou Adelmo Soares.
Em vitória do Mearim, o povoado visitado foi São Benedito, uma das comunidades quilombolas mais antiga do município. Às margens do rio Grajaú, as 200 famílias vivem da agricultura de subsistência como o cultivo de mandioca, milho, feijão, melancia e pesca. Cerca de 40 famílias do povoado são beneficiadas pelo Programa Brasil Sem Miséria e recebem assistência técnica da Agerp. Além de Vitória do Mearim, a comitiva visitou o projeto de piscicultura em Itans, no município de Matinha e outros projetos rurais em Santa Luzia do Paruá.



De acordo com o presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, a parceria com o Fida é uma oportunidade para tirar as famílias da pobreza e ampliar a assistência técnica na região.
“A vinda do FIDA representa um fator de desenvolvimento que o próprio Governador Flávio Dino determina, de fazer com que as políticas públicas cheguem para aqueles que necessitam. Esperamos que tenha sucesso essa missão do Fida para elevar os níveis de vida da população rural do Maranhão”, destacou o presidente da Agerp, Júlio Mendonça.

FIDA

No Brasil o FIDA trabalha com foco no semiárido do nordeste para beneficiar, principalmente, agricultores familiares, assentados e trabalhadores rurais com prioridade a mulheres e jovens. Combater a fome, fortalecer a segurança alimentar nas comunidades rurais, gerando emprego e renda nos municípios maranhenses são algumas atuação do FIDA.

O FIDA irá atuar em seis territórios: Baixo Parnaíba, Cocais, Campos e Lagos, Lençóis Maranhense, Médio Mearim e Vale do Itapecuru. Com investimentos de US$ 40 milhões (dólares americanos), equivalente a mais de R$ 156 milhões de reais, o projeto irá beneficiar 790 mil pessoas e 122 comunidades quilombolas. O recurso investido no Maranhão é proveniente da parceria do Governo do Estado e FIDA, através da coordenação da SAF.


--

Assessoria de Comunicação e Eventos - Ascom 
Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF)
Contato: (98) 3214 1769
    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Pages