MERCEARIA SILVA

MERCEARIA SILVA
ECONOMIZANDO COM VOCÊ

OIFEODONTO 1 ANO

OIFEODONTO 1 ANO
LOJAS TROPICAL - MANIA DE PREÇOS BAIXOS

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Primeiro dia da Agritec Cocais recebe 6 mil pessoas


Tendo como objetivo principal levar conhecimento e acesso às novas tecnologias ao agricultor familiar, o primeiro dia da Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão – Agritec de Codó, recebeu 6 mil pessoas.


Palestras como “O mercado institucional como instrumento para o fortalecimento da agricultura familiar” instruíram o homem do campo a manusear de forma segura o alimento a ser comercializado.
De acordo com a coordenadora interina do Departamento de Mercado Internacional da SAF, Aline Reis, o fornecimento de alimento seguro é fundamental. “Repassamos ao agricultor instruções de como manusear o alimento que ele vai comercializar e ainda tiramos dúvidas em relação à inspeção sanitária. Orientações sobre alimentos de origem animal também fazem parte das orientações ao agricultor”, explicou.

Outro destaque do dia foi a palestra “Biofort: Biofortificação de alimentos promovendo segurança alimentar e nutricional no Maranhão” que tratou da introdução de alimentos biortificados na alimentação do agricultor familiar.

Mandioca, feijão-caupi, milho e batata doce biofortificados, são exemplos de alimentos melhorados quanto aos teores de micronutrientes como vitamina A, ferro e zinco. O agricultor pode ter acesso a sementes de alimentos como esses, por meio do projeto Rede Biofort coordenado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa. 

A Feira também ofereceu serviços. Cadastro Ambiental Rural – CAR, transações bancárias, emissão de documentos pessoais, comercialização de produtos alimentícios, foram alguns deles. 

A comercialização neste primeiro dia de evento foi aproximadamente de R$ 5 mil representando a força do produto vindo do campo. Emissões de documentos como carteiras de trabalho totalizaram 40. Já carteiras de identidade e consultas ao CPF somaram um total de 271 atendimentos. 60 famílias fecharam contratos de financiamento para agricultura familiar. E ainda 80 pessoas fizeram consultas de regularização fundiária por meio do Instituto de Colonização e Terras do Maranhão – Iterma.

“Através do Governo do Estado, levamos conhecimento aos agricultores, comercialização, transferências tecnológicas, incentivos financeiros, contratos firmados com instituições financeiras. Tudo isso, mostra o empenho do Governo em transformar a realidade do Maranhão por meio do conhecimento e da produção”, enfatizou o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares.

Para o presidente da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão – Agerp, Júlio César Mendonça, a Agritec é um avanço na realidade do agricultor familiar. “Toda a equipe do Sistema SAF incluindo a Agerp está empenhada em levar tecnologia e melhoria na qualidade de vida do homem do campo. Aqui podemos perceber a assistência técnica, extensão rural e pesquisa, pilares da instituição, de maneira aplicada”, disse

O dia de atividades da primeira Agritec de 2016, em Codó encerrou com apresentação de grupos culturais locais e rodas de capoeira.

--

Assessoria de Comunicação e Eventos - Ascom 
Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Pages